.::: BLOG DO JOTINHA :::.

10º ENCONTRO ANUAL DE FOLIAS DE REIS DE COQUEIRAL BATE RECORDE COM A PARTICIPAÇÃO DE 25 COMPANHIAS

novembro 6th, 2019 · No Comments · Sem categoria

Não faltou nada porque nas festas coqueirenses vigora o ditado: é melhor sobrar do que faltar.

 

Por isso a comida deu e sobrou. Foram servidos 1.200 marmitex. Comida gostosa feita por prendadas colaboradoras que compunham um batalhão de mais de 50 pessoas, todas trabalhando duro para que tudo transcorresse bem.

Com o apoio do prefeito Rossano que vai ganhando fama de Prefeito Nota 10, de muitas empresas comerciais das mais variadas atividades, que contribuíram tanto para comprar a alimentação (a prefeitura deu a carne) quanto para as bonitas camisetas que todos usaram.

Num canto do Ginásio de Esportes do Complexo Esportivo que inclui ainda o bonito Estádio Municipal “Olímpio Lasmar”, uma equipe da Secretaria de Cultura, comandada por Franciane Assis, cuidava das inscrições.

– Já se inscreveram 12, agora já são 17, parece que vai chegar a 20 e no final foram 25 Companhias de Reis haviam se registrado deixando assustado Donizetti Pedro Barbosa, o Zetinho, coordenador das apresentações das folias.

Depois de fazer as contas, sobrou 20 minutos para cada Companhia com mais 5 de tolerância. A ideia com isso era terminar todas as apresentações até, às 9 da noite.
Somando com a missa celebrada pelo Padre Marraia que começou às 9 da manhã, foi uma intensa festa do início ao fim.

Na cozinha enquanto isso um pelotão de cozinheiras trabalhavam sem cessar. O prefeito Rossano foi lá dar uma força moral e até fiz uma foto dele com as cozinheiras. Estavam preparando um almoço à base de arroz, feijão, carne com batatas e macarronada.

Lá atrás, numa imensa lanchonete, outro grupo preparava um sanduíche para cada pessoa que quisesse comer. E com refrigerante.

Eu fiquei imaginando o seguinte: Tinha uma Companhia de Capitinga, região de Passos, divisa com São Paulo e eles estavam ali para cantar 20 minutos. E quando se apresentaram, o fizeram felizes demonstrando todo o companheirismo e a irmandade da folia que reina nesses encontros. Folião é irmão de outro para o que der e vier em qualquer lugar.

O apresentador que amargou mais de 10 horas de locução, foi Messias Pedroso com uma estridente voz que lembrava Cid Moreira, da Globo.

Iniciada a apresentação das Companhias, elas foram se apresentando uma a uma. A maioria com três marungos que é a regra das Folias de Reis, mas tinha algumas com 1, 2 e outras com quatro e até 5 marungos.

E com isso, um colorido bem brejeiro tomou conta do ginásio de esportes, já com outro público porque o pessoal da missa tinha ido embora na sua maioria.

Mas vi muitas famílias, muitos jovens e crianças curtindo a festa da folia mostrando que é uma tradição cultural e Coqueiral, conforme muitos resgatada pelo prefeito Rossano que me confidenciou que projeta retornar com os grandes encontros de bandas que já foram uma das atrações turísticas de Coqueiral mas parou no tempo.

AS COMPANHIAS QUE SE APRESENTARAM FORAM:

Três Reis do Oriente (Santana da Vargem), Caminhos de Belém (Santana da Vargem), São Sebastião (Coqueiral), Irmãos Kita (Nepomuceno), Família Unida (Nepomuceno), Estrela de Ouro (Conceição Aparecida), Estrela do Oriente (Capitinga), Carmo do Rio Claro (Carmo do Rio Claro), Três Reis do Oriente (Lambari), Família Souza (Nepomuceno), Folia do Divino (Conceição Aparecida), Mata dos Barbosas (Boa Esperança), Congada Nossa Senhora do Rosário (Três Pontas), João Batista Tobias (Ribeirão Vermelho), Bom Jesus (Boa Esperança), Família Honorato (Nepomuceno), Família Dias (Três Pontas), Estrela Guia (Ijaci), Santo Antonio do Cruzeiro (Boa Esperança), Estrela do Oriente (São Bento Abade), Mensageiros da Paz (Lavras), Irmãos Alvin (Carmo da Cachoeira) e Estrela da Manhã (Lavras).

Os grupos de foliões variavam de 10 a 50, caso de Conceição da Aparecida.

O prefeito Rossano aguentou um tempão, mas deixou o local com a esposa Adalgiza, porque ninguém é de ferro. Mas ali ficou o diretor de Esportes do município Matheus Oliveira, que realiza um bom trabalho à frente da pasta.

Mas quem se apresentava não ia embora não. Deixava o Ginásio de Esportes e procurava uma água gelada ou uma cervejinha num dos três bares existentes em frente a quadra. Ali se misturavam com quem ainda não havia se apresentado e o resultado era aquela cantoria de um grupo daqui outro de lá.

Era cavaquinho, sanfona, bumbo e violão comendo comendo raleado com os embaixadores se transfigurando pela paixão da folia.

Consegui fotografar um sósia do técnico Abel Braga, do Cruzeiro. Há foto dele nesta postagem, assim como de sua esposa dona Marli.
A festa toda terminou lá,pelas 21 horas como havia previsto o Zetinho que fez então o encerramento oficial. É bom lembrar que após a apresentação da Companhia, seu presidente recebeu das mãos do Zetinho, um pequeno troféu como recordação do 10° Encontro de Folias de Reis de Coqueiral.

É bom salientar que quando fui a Coqueiral para fazer uma reportagem dobre o evento, imaginei 8, 10 folias. Mas 25?

Fenomenal. E todos os responsáveis por cada Companhia ao final da apresentação e após receber a lembrança do encontro, firmavam o compromisso de estar novamente ali em 2020 para que a festa cresça ainda mais.

A tradição das Folias de Reis marca a história cultural de Coqueiral. O almoço servido pela comunidade aos que participam da festa tem toda uma história à parte. Uma praça de alimentação é montada para oferecer toda a comodidade possível. Tudo é pensado com muito carinho para todos se sintam bem e alimentados. Além disso, segundo a tradição, quem acolhe os reis visitantes é abençoado.

Considerado Patrimônio Cultural Imaterial de Minas Gerais a Folia de Reis tem em Coqueiral um município que encanta com a dedicação com que promovem anualmente um encontro de companhias como o que ocorreu domingo na sua 10ª edição. E revestiu-se do maior sucesso, Aliás, até surpreendeu pelo número de companhias participantes.

Esta reportagem também pode ser encontrada no Facebook/Jota Junior Varginha e será motivo de uma matéria especial na próxima edição do jornal O ARAUTO.

 

Tags:

No Comments so far ↓

There are no comments yet...Kick things off by filling out the form below.

Leave a Comment