.::: BLOG DO JOTINHA :::.

BOULEVAR DA ESTAÇÃO DE VARGINHA ESTÁ SE DETERIORANDO E EM ESTADO DE ABANDONO

julho 19th, 2017 · No Comments · Sem categoria

Nem de longe quem passa – por exemplo, agora de manhã quando fiz estas fotos- pelo Boulevar da Estação, construído ao lado do Corredor Cultural sobre a linha de trem na Praça Matheus Tavares, está em estado de abandono. A Fundação Cultural que possui generoso orçamento, funciona no prédio da própria Estação, cuja edificação foi adquirida pela prefeitura de Varginha à Rede Ferroviária Federal (RFFSA) hoje extinta, e tombado como Patrimônio Histórico do município.

Na administração passada, para evitar atos de vandalismo como destruição dos vitrais, pichações, quebra das lâmpadas e outros atos irresponsáveis praticados por delinquentes urbanos, foi construído o Corredor Cultural que recebia até o final do ano passado inúmeros eventos como a Feira de Economia Criativa, Festival de Artesanato, Encontros Nacionais de Capoeira, a Fliv – Feira do Livro de Varginha e tantos outros eventos culturais significativos.

Paralelo ao Corredor, foi construído o Boulevar, nascido de uma idéia originada de um encontro entre o diretor do Jornal Correio do Sul, jornalista Antonio Médes Campos e o então vereador (hoje presidente da Câmara) Zacarias Piva.

A sugestão foi prontamente absorvida pelo então superintendente da Fundação, o dinâmico e visionário professor Francisco Graça de Moura, convidado pelo prefeito Antonio Silva para gerir a Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Social.

Para que o Boulevar acontecesse, a prefeitura recebeu o apoio da ACIV – Associação Comercial e Industrial que patrocinou boa parte dos equipamentos ali instalados. O novo espaço agradou a toda a população porque, além de se tornar um atrativo para a população principalmente jovem que frequenta aquela região, urbanizou um logradouro antes vivia na fedentina servindo a descarga de detritos e empanando o brilho e a importância histórica e cultural da velha estação que fica ao lado.

Levado a ocupar uma das secretarias da atual administração, o professor Francisco não pôde continuar deu projeto de tornar o Boulevar um espaço turístico e cultural como queria, pois era sua intenção instalar ali a velha locomotiva que jaz em meio a bichos e plantas no Zoobotânico Municipal.

Sua intenção era apresentar a locomotiva revitalizada como uma atração realmente turística, e instalada ao lado de um vagão de passageiros que seria transformado em uma espécie de biblioteca inclusive com lanchonete em seu interior.

O vagão seria uma conquista junto À ABPRF – Associação Brasileira de Preservação na memória Histórica da Rede Ferroviária Federal, sediada em Piquete, no estado de São Paulo.

Os recursos, assim como os que foram investidos tanto no Corredor quanto na construção do Boulevar -parte da prefeitura- vieram do ICMS Cultural resgatado pela administração da Fundação entre 2013 e 2016 chegando a mais de R$ 500.000,00 em 2015.

Agora há pouco(hoje, dia 19 às 830) passei por ali e fiquei triste. Lixo prá todo lado, destruição dos bancos, pichação prá tudo quanto é lado, as palmeiras plantadas secaram, o maior desleixo possível.

É esse o grande problema da mudança de critério de uma administração para outra. Obras já construídos se deterioram ante a omissão de quem de obrigação e responsabilidade, e projetos bonitos, necessários e modernos vão pro lixo em função da falta de continuidade de ações.

Uma pena o que está acontecendo com tudo aquilo ali. Aí eu pensei: Revitalização do centro? Como se nem o que existe está sendo conservado, mantido, cuidado e respeitado?

Vejam as fotos !

Tags:

No Comments so far ↓

There are no comments yet...Kick things off by filling out the form below.

Leave a Comment