.::: BLOG DO JOTINHA :::.

EQUIPE DE ADVOGADOS DO PROJETO DIREITO NA ESCOLA, DE BELO HORIZONTE, DÃO PALESTRAS SOBRE O TEMA EM VARGINHA

julho 12th, 2019 · No Comments · Sem categoria

Integrantes do projeto Direito na Escola, de Belo Horizonte, encontram-se em Varginha onde realizam uma palestra instrutiva sobre o tem que é capitaneado pela Comissão OAB vai à Escola na cidade. Conselho presidido pela Dra. Ghiselli Moreira Baliza, responsável pela vinda da equipe belorizontina.

Ontem à noite no auditório “Raimundo Cândido” na séde da Subseção da OAB local, cerca de 50 advogados e advogadas de Varginha, Três Corações e São Gonçalo do Sapucaí onde o projeto já é uma realidade, se renderam ao sucesso que a iniciativa conquistou, levando inclusive os advogados e professores do projeto a conferências e palestras em países como Portugal, Itália e outros.

Quem falou primeiro foi o advogado Alexandre Costa, coordenador do projeto em Minas Gerais, onde ele existe há 8 anos. S sintetizou os fundamentes do trabalho que realizam gratuitamente, viajando por cidades do estado pregando a nova realidade que se descortina a partir da prática de “ensinar às crianças, nas escolas, princípios do Direito com o intento de abrir novos horizontes aos estudantes além, é claro, de conscientizá-los de uma realidade que os envolve desde o útero materno e mesmo após a morte que são as Leis que regem o Direito.

Alexandre explicou que o projeto antes agregado á Secional da OAB mineira ganhou vida própria e hoje é uma instituição independente e soberana com mais de 2.000 advogados coligados.

– É importante que os 20% da população, porcentual que os estudantes representam, tenham ensinamentos na grade escolar das escolas noções do Direito, porque amanhã eles serão 100% do país, enfatizou.

Lembrou ainda que prefeituras de 5 cidades mineiras, Itumirim, São Gonçalo do Sapucaí, Itabira, Nova Serrana e Formiga, já oficializaram a matéria nas suas escolas municipais tendo para isso contratado um advogado cada uma delas para ensinar Direito nas escolas. No Brasil, apesar do projeto ser nacional, além de Minas, também o Espírito Santos, Bahia, Rio Grande do Sul e Paraná “praticam” o Direito na Escola.

Concluiu falando que não devemos só ensinar o que as crianças precisam saber, mas aquilo que nossos estudantes querem saber. Com isso colocando que as escolas devem ensinar hoje o que os alunos do século XXI do ano 2019, precisam saber.

Falou ainda das eras vividas pela raça humana que foram a Era Agrícola, seguida da Era Industrial e a quem estamos hoje que Era Digital. Que sumirá quando toda a população já conhecê-la para dar lugar à era pós digital, quando certamente nós conviveremos diariamente com robôs em nosso meio.

– Não devemos ter medo dos robôs que já estão chegando. Não podemos é ser um deles, finalizou.

Na sequência, o advogado Rivo Assis, que também é professor de Direito Penal em curso universitário de Pós-Graduação, provou que a Física e a Química bem como a Biologia estão presentes também na oratória, na redação, no relacionamento pessoal e interpessoal, e em todas as ações que os seres humanos praticam e desenvolvem.

– Somos até prova em contrário os únicos seres racionais de todo o universo desde ao Big Bang que originou bilhões de galáxias, bilhões de planetas, cometas, sóis, estrelas e outros corpos celestes e energias que percorrem todo o cosmos.

Imaginem o que somos no meio disso tudo, colocou, para destacar o comportamento das pessoas que se sentem “donas do universo” e seriam juntamente com outros 6 bilhões de seres, dizimados a um simples “sopro” ou “mexida de xadrez” do tabuleiro universal.

– Somos o resultado das seis pessoas que mais estimamos e com as quais convivemos, disse, para ensinar que nossos gestos, nossos gostos, nossa cultura e nossas preferências advém do convício com as pessoas mais próximas.

Por isso deu uma aula interessante sobre energia, falando de matérias, massa, prótons elétrons átomos, sintetizando o funcionamento do nosso cérebro, sob a total atenção de todos.

Convidado pela Dra. Ghiselli, lá estive para fazer algumas fotos e levantar informações sobre o evento. Cheguei lá às 7 da noite e de lá saí quase às 23 horas e vararia a madrugada ouvindo o professor Rivo, que em muito supera muitos picaretas que percorrem o Brasil ganhando farto dinheiro fazendo palestras sobre comportamentos, vida, economia etc.

O ícone da sua aula magnífica e que diz respeito a cada advogado do país, repousou sobre a oratória:

– Quando for chamado a falar e se manifestar e for s aus vez, LEVANTE PARA SER VISTO, FALE ALTO PARA SER OUVIDO E SEJA BREVE PARA SER LEMBRADO.

Depois dessas lições, ficou o convite transmitido pela coordenadora Dra. Ghiselli para hoje às 14 horas todos estarem presentes na aula “in loco” da comitiva da capital do estado, a acontecer na Escola Estadual Coração de Jesus, que se localiza no antigo prédio da “Telemig” no Jardim Orlândia.

E logo mais à noite a partir das 19 horas, o professor Rivo prometeu voltar à carga garantindo que os R$ 60,00 que custaram cada inscrição vão parecer um cafezinho perto do que todos ouvirão. E logicamente eu estarei lá novamente porque nunca tinha presenciado uma notável palestra como a que presenciei ontem. (Jota Junior

Tags:

No Comments so far ↓

There are no comments yet...Kick things off by filling out the form below.

Leave a Comment