.::: BLOG DO JOTINHA :::.

TRANSPORTE COLETIVO DE VARGINHA: A AUTOTRANS NÃO QUIS PAGAR PRÁ VER!

janeiro 11th, 2021 · No Comments · Sem categoria

Imagem da vergonha: ônibus “furta-cor” meio laranja e meio verde claro, ou meio Autotrans e ou meio ViaSul.
A pressão do Sindicato que representa os condutores dos ônibus da Autotrans, como todos puderam acompanhar, anunciou numa greve de imediato por falta de pagamento dos salários dos seus funcionários, que deveria ter sido feito dia 5 passado e hoje, 6 dias depois, os trabalhadores estavam com os bolsos vazios.

Jota Junior Varginha e o Blog do Jotinha foram os primeiros a publicarem o ofício que informava oficialmente a greve à direção da empresa.
Muitos comentários aconteceram e teve clientes da empresa que entraram em desespero só de pensar nos ônibus parados. O serviço já é péssimo e imaginem se para tudo.
Para quem pensa que os aplicativos resolvem o problema, um eneaotil. A massa trabalhadora, os mais humildes, não tem toda hora dinheiro vivo para pagar uma corrida mesmo que ela seja barata em relação ao preço da Autotrans considerando por exemplo, duas pessoas numa viagem.
Primeiro que há muitos anciãos, pessoas portadora de deficiências, e mesmo pessoas adultas e jovens não dispõem de condições a pagarem as corridas, nem em dinheiro e muito menos em cartão porque a maioria nem os possui.
Boa parte dos clientes (usuários) possuem cartões da própria Autotrans com créditos para pagarem as passagens, ‘moeda” que não é aceita nos Aplicativos.
E tem mais!
No caso dos motoristas, acredito que a sua quase totalidade tem no seu salário a única fonte de renda para o orçamento de suas famílias. E a maioria tem seu salário já comprometido e com datas para pagarem seus débitos numa mercearia, numa farmácia ou num açougue por exemplo.
Um atraso de dois dias já azeda tudo. O dinheiro é contado, e não é muito. Por isso estes seis dias de atraso para receberam seus salários soaram como uma coisa terrível para estes trabalhadores que, na sua maioria hoje trabalham sob pressão psicológica pois têm que dirigir, transportar vidas, por um trânsito louco e desordenados como o de Varginha construída entre morros e vielas, também tem que eles próprios cobrarem e darem o trôco, corrigirem alguma discussão dentro do carro e escutarem os xingamentos e as críticas dirigidas aos donos da empresa pois eles não tem nada a ver com o problema.
São contratados para dirigir os ônibus dentro dos horários determinados, da forma como lhes é proporcionada e enfrentando ira de passageiros que permanecem permanentemente revoltados porque pagam, e caro, por um serviço de transporte ineficiente, ruim, e que muitas vezes até lhes custam o emprego ou a consulta médica que levara m meses para conseguir na rede pública de saúde da cidade.
Acho que a Autotrans aprendeu a lição aplicada com maestria pelo sindicato que representa estes trabalhadores. Para enfrentar a comodidade e o imobilismo dos donos da empresa que são milionários e possuem dezenas de outras similares, têm que ser na pressão, mesmo que isso, no caso como vimos pelos comentários nas postagens que fizemos, cause desespero nos (clientes) usuários temerosos do transporte faltar de vez.
Tardiamente, depois de mais de dois anos -mas em tempo ainda-, a prefeitura cancelou licitação de 18 de dezembro de 2018 vencida pela Viasul Transportes Coletivos que é a mesma Autotrans (do mesmo dono) apenas com as côres dos veículos mudadas do laranja para o verde claro
A Viasul -como era de se esperar- foi aprovada em todas as fases, desde a avaliação técnica, valor de outorga e documentos de habilitação até porque foi a única a participar do processo de licitação, com contrato com prazo de 15 anos.
No sistema proposto pelo edital, deveriam estar trafegando pela cidade ônibus em 20 linhas, com três novas e sete com alterações nos trajetos mantendo o mesmo trajeto somente em 10 linhas,
É obrigatório conforme o edital, a empresa responsável ter “boa estrutura operacional”, prazo de disponibilização da frota, percentual da frota com acessibilidade, sistema de bilhetagem eletrônico, centro de controle operacional e tecnologia embarcada com wi-fi.
E isso não aconteceu.
Só para o povão saber, o valor calculado do contrato de concessão está estimado em quase R$ 300 milhões durante os 15 anos com o valor mínimo de outorga -uma “gordura” a recolher aos cofres do município- é de R$ 1,8 milhão.
A empresa ganhadora, Via Sul (ou Autotrans ou Grupo Turilessa, pois tudo é a mesma coisa), não concordou com a gorjeta à Prefeitura varginhense e recorreu ao Tribunal de Contas do Estado que fez o que sabe fazer. Suspendeu a licitação engavetando-a por mais de dois anos ignorando o sério problema que causou até agora à população varginhense que usa esse tipo de transporte para se locomover dentro da sua cidade.
Apesar da prefeitura ter comunicado que o cancelamento da licitação só se deu em função da pandemia e a situação que ela criou, ao menos um passo foi dado.
Mas esperam que vai ser outra leréia. O Contrato da Autotrans acabou há mais de dois anos e ela está fazendo o serviço de transporte em caráter especial.
Promete a prefeitura uma nova licitação. Quando será ninguém sabe.
Só se sabe que as pessoas continuam pagando para serem transportadas e mal transportadas, e que caso atrase novamente o salário de seus funcionários, a Autotrans pode passar novamente pelo constrangimento de ser confundida com uma empresa quebrada que não honra seus compromissos com seus trabalhadores na data legal.
Em tempo: Está nos meus contatos “in box” a informação passada por uma senhora, de que me mandou o seguinte texto: “Oi, para piorar a situação dos motoristas da autorama sc) reduziram até o salários, tem chefes de família que receberam 500,00 será que isso é digno?
Pq não diga meu nome , mais e uma falta de respeito com os funcionários”.
Vamos checar essa coisa de R$ 500,00 para dar uma explicação maior a nossos internautas.
Na foto uma imagem do ônibus “furta-cor”: meio laranja e meio verde claro, ou meio Autotrans e meio ViaSul.

Tags:

No Comments so far ↓

There are no comments yet...Kick things off by filling out the form below.

Leave a Comment